Deus foi conhecido por SENHOR antes ou depois de Abraão?

“4Estas são as origens dos céus e da terra, quando foram criados; no dia em que o SENHOR Deus fez a terra e os céus, 5E toda a planta do campo que ainda não estava na terra, e toda a erva do campo que ainda não brotava; porque ainda o SENHOR Deus não tinha feito chover sobre a terra, e não havia homem para lavrar a terra. 7E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. 8E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, do lado oriental; e pôs ali o homem que tinha formado. 9E o SENHOR Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.” (Gn 2:4-5,7-9), ou após Abraão: “2Falou mais Deus a Moisés, e disse: Eu sou o SENHOR. 3E eu apareci a Abraão, a Isaque, e a Jacó, como o Deus Todo-Poderoso; mas pelo meu nome, o SENHOR, não lhes fui perfeitamente conhecido.” (EX 6:2,3)?

Antes de responder a questão é salutar observar a lição mais importante aqui que é a revelação progressiva de Deus e assim que se deve entender e fazer a devida Interpretação, pois a Bíblia é uma Unidade, com isso em mente, fica mais fácil entender que há gradação da manifestação e revelação de Deus. Já respondendo a questão feita, Poole dá duas possibilidades:

“1. Ele [Deus] não fala das letras ou sílabas, mas do que é significado por esse nome. Para que denota toda a sua perfeição, e, entre outros, a eternidade, constância e imutabilidade de sua natureza e vontade, e com a certeza infalível da sua palavra e promessas. E isso, diz ele, que acreditava-se por Abraão, Isaac e Jacob, no entanto, não foi experimentalmente conhecido por eles, pois eles só viram as promessas de longe: “Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.” (Hb 11:13).

2. Esta expressão negativa pode ser entendida, comparativamente, como muitos outros são, como: “e Jacó lhe perguntou, e disse: Dá-me, peço-te, a saber o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali” (Gn 32:29), “ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.” (Mt 9:13), “porque Cristo enviou-me, não para batizar, mas para evangelizar; não em sabedoria de palavras, para que a cruz de Cristo se não faça vã.” (I Co 1:17), isto é, eles sabiam disso, mas obscura e imperfeitamente, que agora será dado a conhecer de forma mais clara e totalmente.”

A esta opção número 2 eu acresço dois versos: “porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.” (I Co 13:12), “amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.” (I Jo 3:2).

Anúncios
Published in: on 23 de outubro de 2012 at 13:52  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://asescrituras.wordpress.com/2012/10/23/deus-foi-conhecido-por-senhor-antes-ou-depois-de-abraao/trackback/

%d blogueiros gostam disto: